"Please don't think of us as an 'indie band' as it was never meant to be a genre, and anyway we are far too outward looking for that sad tag." - Stephen Pastel

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2007

FOI HÁ 20 ANOS

Aconteceu a 7 de Fevereiro de 1987 a última aparição pública dos Smiths. Não se tratou de um concerto propriamente dito, mas antes uma participação no infame Festival de San Remo. A prestação da banda consistiu em 5 temas ("Shoplifters Of The World Unite", "There Is A Light That Never Goes Out", "The Boy With The Thorn In His Side", "Panic", e "Ask") posteriormente transmitidos pela televisão estatal italiana, promotora do evento.
Estando esta iniciativa inserida numa estratégia que visava levar a banda a um público mais alargado, não deixa de ser irónico que esta actuação tenha gerado alguma convulsão entre os quatro músicos. Com a degradação das relações, Johnny Marr abandonaria o barco no Verão desse ano, ainda antes do derradeiro álbum "Strangeways, Here We Come" ver a luz do dia. E o resto é história!

3 comentários:

Taxi Driver disse...

Não sabia que os Smiths se tinham separado antes desse GRANDE albúm! Mas, já ouvi dizer, que Morrisey declarou preferir comer os próprios tomates, do que voltar a juntar os Smiths! LOL

M.A. disse...

É verdade. Eu li na Uncut a entrevista em que Morrissey fez essas afirmações. E acrescentava que, sendo ele vegetariano...

Daniel disse...

Q tal? Talvez te agrade saber q Sir Patrick se mostrou disponível para orgulhosamente abrir o seu english heart a todos os interessados no próximo festival Eurovisão.A não perder no próximo episódio,o diário da tour asiática c Sir Iglesias! Q tal o disco?