"Please don't think of us as an 'indie band' as it was never meant to be a genre, and anyway we are far too outward looking for that sad tag." - Stephen Pastel

segunda-feira, 16 de julho de 2007

TÍTULOS IRRESISTÍVEIS

Numa clara manifestação do "Síndroma Alta Fidelidade" a que o camarada Joe faz referência neste post (onde também nos dá a conhecer o seu "lado João Lopes"), decidi elaborar mais uma lista neste blogue (Aviso: Num futuro próximo listas deste tipo poderão surgir com maior regularidade).
Desta vez trata-se de uma lista bastante peculiar que já tinha em mente há algum tempo. Assim, num rápido exercício de memória elegi dez temas dentro do espectro abordado por estas bandas que, apenas pelos títulos sui generis, dá logo vontade de ouvir. Devido à rapidez da escolha, esta lista tem muito pouco de definitivo, pelo que, os vossos comentários e/ou sugestões são muito bem vindos.
Então, em estilo countdown, aqui ficam as dez "eleitas":

10. PRETTY GIRLS MAKE GRAVES "If You Hate Your Friends, You're Not Alone" (2002) : Com amigas destas...

9. MORRISSEY "We Hate It When Our Friends Become Successful" (1992): Mais um tributo aos valores da amizade, desta vez por Mr. Stephen Patrick.

8. GALLOWS "Just Because You Sleep Next To Me Doesn't Mean You're Safe" (2006): Mas quem é que se sente seguro/a a partilhar os lençóis com um tipo ruivo, todo tatuado, e que grita que nem um perdido?

7. HELP SHE CAN'T SWIM "What Would Morrissey Say?" (2004): Paródia à importância que alguns acólitos do senhor da n.º 9 dão a tudo aquilo que ele pensa.

6. THE DANDY WARHOLS "Not If You Were The Last Junkie On Earth" (1997): Dedicatória dos dandies a Anton Newcombe, líder dos Brian Jonestown Massacre, depois das relações entre as duas bandas terem azedado. A resposta do visado não se fez esperar: "....The Last Dandy On Earth" que remetia igualmente para "Cool As Kim Deal", outro tema dos DW.

5. ISLANDS "Don't Call Me Whitney, Bobby" (2006): Cenas da vida conjugal de um casal que tem pouco de modelo.

4. SLEATER-KINNEY "I Wanna Be Your Joey Ramone" (1998): De uma penada, as meninas homenageiam dois ícones punk.

3. THE WALKMEN "Revenge Wears No Wristwatch" (2002): Os meus miserebalistas preferidos da actualidade são mesmo uns tipos letrados!

2. HALF MAN HALF BISCUIT "All I Want For Christmas Is A Dukla Prague Away Kit" (1987): Para quem não sabe, o Dukla é um clube checo que nos idos de oitenta me deu uma grande alegria ao afastar um certo clube da capital das provas europeias. Tendo em conta o mau gosto demonstrado nas cores do equipamento principal (amarelo), é bem provável que o alternativo fosse rosa.

1. MCLUSKY "Lightsabre Cocksucking Blues" (2002): Star Wars à maneira do País de Gales. Na "direcção" esteve Steve Albini, o que pode querer dizer alguma coisa.

9 comentários:

oaktree disse...

Quanto a títulos irresistíveis, os Locust são um manancial... "Anything Jesus Does I Can Do Better", "The Half-Eaten Sausage Would Like To See You In His Office" ou "We Have Reached An Official Veredict: Nobody Gives a Shit" continuam a ser os meus all-time favorites.
***

Joe disse...

Assim de repente ocorrem-me dois: Beck - "MTV makes me want to smoke crack"; X-ray Spex - "Oh, bondage up yours!" Essa do "lado João Lopes teve piada, apesar de não ter percebido muito bem :)
Li uma entrevista há uns anos com o Taylor-Taylor em que ele dizia que tinha escrito esta canção quando chegou de uma digressão e a namorada, "the hottest girl in Portland", se tinha agarrado à heroína. Dizia qualquer coisa como "era o que faltava escrever alguma coisa séria e sentida sobre uma atitude tão estúpida!"
Sobre o Dukla, apenas um longo sorriso proporcionado por tão bela recordação :))))))))))))) Não haverá nenhuma canção sobre o Celta de Vigo?

Clara disse...

És mesmo pobre e mal agradecido.
Tanto que tu gostavas de morar em Benfica e agora andas aqui a escrever estas coisas...
Tss, tsss... Quem te viu e quem te vê!

Anónimo disse...

Dez temas (...) "dão" logo vontade de ouvir, se faz favor...
(Dizes mal de um certo clube da capital e depois aparecem-te comentários destes no blogue... eheheheheh)

PS: Amanhã não te esqueças dos bilhetes em casa!
(Ou eu prometo que passo a dedicar-me a procurar gralhas e começo a envergonhar-te, aqui, à frente de toda a gente...)

M.A. disse...

Oaktree:
Não conheço suficientemente bem o trabalho dos Locust para os incluir nesta lista. Mas não há duvidas de que têm grandes títulos.

Joe:
Que lapso da minha parte não ter incluído esse tema do Beck!
Suponho que tenhas entendido a piada do João Lopes. Senão, basta leres meia dúzia das suas crónicas no DN :)
Quanto à "versão" do Taylor-Taylor, já se sabe como é: estas histórias do mundo pop têm sempre mil e uma versões.

Clara:
Eu morei em Benfica, não no Estádio da Luz! E a proximidade da igreja era um grande conforto para a minha alma :)
Depois ainda te contrato para revisora de texto! :)

O Puto disse...

Mais recentemente, e com títulos estranhíssimos, contam-se os últimos dos Liars e dos Of Montreal.

Sea disse...

ele há mais...
um que é engraçado, dos The Cribs: "Men's Needs, Women's Needs, Whatever".
Nome da 1ª música: "Our Bovine Public" :D

com post a sair em breve :)

Sea disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
M.A. disse...

Por acaso essa dos Cribs foi ponderada mas não entrou nos dez mais. Outra que esteve na calha foi "These Animal Menswear", trocadilho só perceptível aos versados em britpop.