"Please don't think of us as an 'indie band' as it was never meant to be a genre, and anyway we are far too outward looking for that sad tag." - Stephen Pastel

terça-feira, 27 de março de 2007

TANTO BARULHO POR NADA...

AU REVOIR SIMONE
The Bird Of Music
(Moshi Moshi, 2007)


Para que não haja equívocos, esclareço desde já que, o barulho a que se refere o título deste post está relacionado com as reacções entusiastas ao álbum de estreia das Au Revoir Simone (ARS) que tenho detectado nos mais diversos meios, e não à música praticada pelo trio, ideal para séries de televisão armadas ao pingarelho, como Grey's Anatomy, The OC ou Six Feet Under (3.ª e 4.ª séries)
Esta música, feita à base de sintetizadores baratos e caixa de ritmos, raramente levanta acima do nível do solo e pende um bocado para o enfadonho. Excepção feita a"A Violet Yet Flammable World", onde as belas vozes do trio constroem um tema muito acima da média.
Curiosamente, a editora das ARS é a mesma dos Tilly and the Wall, uma banda com o triplo do interesse e sem metade dos encómios. Quem quiser, se ainda tiver paciência para as CSS, pode verificá-lo já para a semana na primeira parte do concerto destas no Lux.
Ainda assim, e apesar de não ter achado The Bird Of Music o que para aí se apregoa, num campeonato do bocejo onde os Air são campeoníssimos e os Postal Service têm acesso directo à Champions League, as ARS andam ainda longe dos lugares europeus.

5 comentários:

prozac disse...

subescrevo em absoluto!
tilly & the wall sim, tanto em imaginação, instrumentos e até sapateado!

joao disse...

a) nao me estranha a relacao, ambas claramente banda de miuda
b) nao achei assim nada de especial e nao consigo mesmo dizer da qual gostei menos
c) por outro lado faco notar que sao giras, mas a tilly neste ponto leva alguma vantagem

Joe disse...

As tais tilly não conheço, mas quanto a estas não podia estar mais de acordo. Como já dizia o Chuck D há muitos anos, don't believe the hype...

rai disse...

A gaja que há em mim gosta e gosta muito...devo estar a ficar velho...lol
abraço!

M.A. disse...

Podia ser pior... :-)

Abraço!