"Please don't think of us as an 'indie band' as it was never meant to be a genre, and anyway we are far too outward looking for that sad tag." - Stephen Pastel

quarta-feira, 2 de dezembro de 2009

Velhos conceitos

















LITTLE GIRLS
Concepts [Paper Bag, 2009]

Receptivo ao eventual contraditório, arrisco proclamar os Jesus and Mary Chain a banda mais influente do último quarto de século. Da vaga nu-gaze, aos novos estetas lo-fi sediados nos Estados Unidos, são já incontáveis as bandas que nos últimos anos assumem como sua a herança deixada pela errática banda escocesa. Estes Little Girls são mais um nome para acrescentar ao rol. Longe de ser uma cópia a papel químico, este quarteto canadiano de Toronto, tal como os irmãos Reid muitos anos antes, subverte as velhinhas sonoridades surf rock a golpes de sujidade e feedback. As vozes amordaçadas e as batidas maquinais criam uma atmosfera pesada, quase claustrofóbica. É esta a ementa daquele que é o álbum de estreia, a confirmar os excelentes apontamentos deixados pelo par de EPs antes editados.


"Youth Tunes"

3 comentários:

Pedro Carvalho disse...

não ouvi os little girls, mas é certo que vão merecer toda a atenção. quanto à mais influente banda dos ultimos 25, e apos curta reflexao (nunca tinha pensado no assunto), não encontro, de facto disco mais influente que o psychocandy. E apesar de, na atitude, a influencia dos sex pistols ter sido mais lata, o primeiro dos JMC espalhou-se como sementes de erva daninha e vive nos mais diversos (e para os mais desatentos, quiça, improvaveis) géneros.
é um dos discos do meu top 10, mas, como deves saber, não é essa.
abraço,

Pedro Carvalho disse...

não é essa a banda preferida

M.A. disse...

Também não são a minha preferida, mas isso não impede que comece a achar a minha afirmação uma verdade insofismável. O que eu dava para ter vivido os primeiros tempos dos JAMC, quando aquilo que faziam era algo de realmente novo... Tive o azar de nascer um pouco tarde, e apanhá-los através de outros e filtrados por um sem número de bandas que influenciaram.
Quanto aos Pistols, sou da opinião de que mais de 90% da música que a gente ouve tem para com eles uma dívida (JAMC incluídos), embora na esmagadora maioria dos casos seja mais pela atitude do que pela estética.

Abraço!